De Olho na Tribo

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

A CRISE: REFLEXO PARA OS PROVEDORES


Dando continuidade ao tema da postagem, do blog O Astrólogo , Obama: fusão e confusão , vamos analisar os reflexos, da oposição de Urano em Peixes com Saturno em Virgem, na vida individual dos ascendentes em Câncer, a Tribo dos Provedores.

Para aqueles que têm o ascendente no 1º e 2º decanatos, de 0 a 20 graus, o eixo afetado será das casas 3 e 9, o eixo que representa o que eu falo e o que penso. O que falo representa a energia arquetípica de Gêmeos e da casa 3, refletindo o poder de reverberação de Mercúrio, a reverberação é a vibração que comunica, quem desenvolve a capacidade de entrar em determinado nível de vibração, consegue captar e às vezes repassar informações e mensagens daquele nível.

Nessa situação, Urano na casa 9 provoca uma reviravolta, uma mudança inesperada ou uma certa sensação de caos na sua ideologia, na sua filosofia de vida, essa desordem aparente provocada por Urano, através da força e eventos coletivos, é para incitá-lo a mudar, transformando sua expressão, sua maneira de falar e pensar à luz de uma nova ordem social que surge, a frase para você é: que mensagem você está passando(na ordem das coisas)? e em quê ou quem você está investindo sua energia mental?

Para aqueles que têm o ascendente no 3º decanato de Câncer, de 21 a 30 graus, o eixo afetado será das casas 2 e 8, o eixo que representa o que eu tenho e o que valoriso. O que tenho representa a energia arquetípica de Touro e da casa 2, refletindo o aspecto de poder sensorial de Vênus, é através dos sentidos que captamos e tomamos posse da materialidade do mundo ao nosso redor, são filtros que alguns conseguem perceber de onde tudo emana e outros ficam emaranhados na rede dos sentidos.

Nessa situação, Urano na casa 8 provoca uma reviravolta, uma mudança inesperada ou uma certa sensação de caos na situação da sua inteligência energética, essa desordem aparente provocada por Urano, através da força e eventos coletivos, é para impulsioná-lo a mudar, transmutando seu padrão energético enquanto fonte individualizada de si mesma, da sociedade ou planeta, à luz de uma nova ordem social que surge, a frase para você é: o que você faz com as posses que te foram emprestadas para essa vida? qual a contribuição energética que você tem dado ao coletivo?

Nenhum comentário: